Free Guy: Assumindo o Controle | Filme ganha 8 novos cartazes inspirados em jogos clássicos

Publicidade
Publicidade

Já pararam para pensar “como seria um filme de GTA (Grand Theft Auto)”? Bem, vocês não precisam, porque Free Guy: Assumindo o Controle possui uma premissa muito semelhante. O novo filme de Ryan Reynolds é um show de referências, sendo semelhante até mesmo à “O Show de Truman – O Show da Vida” (1998).

Sendo este um filme de ficção científica, ação, comédia e uma carta de amor aberta para o mundo dos videogames, temos o retorno de Ryan Reynolds ao posto de produtor após ter se dedicado aos filmes do Deadpool. Portanto, este projeto deve apresentar frutos de uma dedicação que ele mesmo diz não ter há algum tempo.

Publicidade

Planejado para ser lançado na metade de 2020, o longa acabou sofrendo nas mãos da pandemia global. O que obrigou a 20th Century Studios a mudar a data de estreia duas vezes. Mas a constante atenção que o marketing do filme vem recebendo nestas últimas semanas, só evidenciam ainda mais a sua chegada.

E a bola da vez foram 8 novos cartazes que emulam as capas de diferentes videogames, dos mais clássicos aos mais recentes sucessos. Portanto, venham com o Sanatório Geek e descubram as fontes de inspiração para cada um deles. Além de descobrir outras curiosidades e a data de lançamento de Free Guy: Assumindo o Controle!

História, trailers e data de lançamento de ‘Free Guy: Assumindo o Controle’

Free Guy: Assumindo o Controle
(reprodução: 20th Century Studios)

Anunciado e gravado em 2019, Free Guy: Assumindo o Controle é um dos primeiros filmes a ser concebido pela recém reformulada “20th Century Studios”, antes chamada “20th Century Fox”. O filme acompanha a direção de Shawn Levy (Stranger Things), roteiro de Matt Lieberman (SCOOBY! O Filme) e Zak Penn (Jogador Nº1), além da produção de Ryan Reynolds.

Além de ter o seu produtor como protagonista, o filme também traz outros grandes nomes em seu elenco, como Jodie Comer (Killing Eve), Joe Keery (Stranger Things) e Taika Waititi (Thor: Ragnarok). A história, por sua vez, gira em torno de Guy, um caixa de banco que descobre ser um NPC de um jogo online, que então decide enfrentar suas diretrizes e mudar o seu destino.

Vejam o primeiro trailer revelado em dezembro de 2019:

Este deveria ser o único trailer oficial do filme, até o seu lançamento em julho de 2020. Porém, a data de estreia teve de ser adiada para dezembro daquele ano, o que nos levou a receber um segundo trailer. E desta vez, dublado. Vejam-no:

Então, Free Guy: Assumindo o Controle teve mais um adiamento inesperado, até mesmo foi recebido de forma bem humorada pelo seu elenco, que aproveitam cada nova oportunidade de fazer piada com a situação atual do filme. Confiram:

Mas enfim, em junho de 2021 (mais conhecido como mês retrasado), Free Guy: Assumindo o Controle recebeu o seu 3º e último trailer, junto de sua data de lançamento imutável: 19 de agosto. E desta vez o bilhete é verdade, pois então vejam o vídeo e já reservem um tempo para conferir o filme com exclusividade nós cinemas.

A zoeira promocional de ‘Free Guy: Assumindo o Controle’

A zoeira promocional de ‘Free Guy: Assumindo o Controle'
(reprodução: 20th Century Studios)

Como dissemos anteriormente, o pessoal por trás de “Free Guy: Assumindo o Controle” é bem zoeiro, chegando até mesmo a fazer piada com os vários adiamentos do filme. Mas quem é mesmo conhecido pelo seu lado cômico é o próprio Ryan Reynolds, o responsável pelos materiais promocionais mais engraçados de Free Guy até agora.

Entre os primeiros, temos o vídeo “Deadpool e Korg Reagem”, um quadro fictício de react dos dois personagens da Marvel para o último trailer lançado de Free Guy. Vocês podem conferir o crossover logo abaixo, mas caso queiram saber mais sobre a importância deste encontro, acessem nosso post sobre o assunto:

+ Veja também: Deadpool | O Mercenário Tagarela faz sua estreia no MCU reagindo ao trailer de ‘Free Guy’ com Korg

Apenas alguns dias após este material, tivemos um vídeo conduzido por Reynolds e Jodie Comer, onde ambos participam de uma Trivia para saber “quem é o canadense mais inteligente”. Mas a piada está no fato de Comer ser britânica e ainda assim ter vantagem no jogo. Apesar de não estar legendo em português, vale a pena conferir:

Por fim, alguns dias atrás Free Guy: Assumindo o Controle recebeu um Featurette (cenas do filme e dos bastidores), onde fomos apresentados ao Dude, uma versão mais parruda e menos inteligente de Guy. Nisso, Ryan Reynolds quebra novamente a 4ª parede ao tratar Dude como um ator real do filme. Vejam o vídeo com legendas em português:

Os cartazes referenciais de ‘Free Guy: Assumindo o Controle’

Os cartazes referenciais de ‘Free Guy: Assumindo o Controle'
(reprodução: 20th Century Studios)

Chega de enrolação, não é mesmo? Vamos aos novos pôsteres referenciais, um por um. Logo a seguir, vocês poderão ver mini análises com as verdadeiras origens de cada cartaz liberado nesta última segunda-feira (9).

Começando pelo jogo mais antigo e seguindo de acordo com a ordem de lançamento dos jogos originais. Simbora? Então vamos lá!

Os cartazes referenciais de ‘Free Guy: Assumindo o Controle'
(reprodução: 20th Century Studios)

Mega Man

Não é necessário ser um gamer experimente para saber quem é o icônico Mega Man e que essa Box Art não tem nada a ver com o game em si. Lançado tanto no Japão quanto na América do Norte em 1987, o Rockman (título japonês) teve diferentes artistas encarregados de executar as capas das duas regiões.

Enquanto o design de Keiji Inafune transmitia exatamente o que o jogo tinha a oferecer, a versão americana acabou viajando por completo na maionese ao trazer um design inexistente no produto. De qualquer maneira, esse se tornou um dos maiores memes da indústria.

Confiram a Box Art japonesa e um cartucho de NES (Nintendo Entertainment System) com o design abstrato dos norte americanos:

Street Fighter II

Se Mega Man não precisa de introduções, quem dirá Street Fighter, uma das mais populares franquias de jogos de luta de todos os tempo (se não a mais popular). O sucesso absoluto chegou em 1991, com Street Fighter II, que trouxe em sua Box Art americana o design de Mick McGinty, visto acima.

Logo abaixo, vejam uma versão da capa com mais qualidade, junto de outro design criado por McGinty para compor os cartuchos de Street Fighter II Turbo.

Como é perceptível, a homenagem de Free Guy: Assumindo o Controle traz Guy na pele de Blanka, enquanto Antoine (Taika Waititi) e Millie (Jodie Comer) fazem o papel de Ryu e Chun-Li – ainda com uma participação de Dourado (Goldie), o peixinho de Guy, ao fundo [pobrezinho].

Para encerrar, fiquem com a arte usada no Japão, criada por Akira Yasuda:

Doom

Partindo para o gênero de FPS, temos uma referência à incrível Box Art do 1º Doom, de 1993. Diferente do anteriores, este jogo não teve grandes mudanças de design ao redor do mundo. Tendo essa como a sua capa mais memorável até hoje. Sendo replicada diversas vezes ao longo dos anos, até mesmo pelos títulos mais recentes da franquia.

Na versão de Free Guy: Assumindo o Controle, vemos Guy como o protagonista parrudo de Doom, o Marine, também conhecido como Doomguy (coincidência? Acho que não!) e Doom Slayer. Já Millie (ou Molotov Girl) é vista com um traje de batalha, junto de Antoine ao fundo. Enquanto os demônios que combatem o protagonista são substituídos por Bots/NPCs do filme.

Doom
(reprodução: id Software)

Super Mario 64

E chegamos a mais um caso onde há um design padrão mundialmente conhecido. Lançado em 1996 exclusivamente para o N64 (Nintendo 64), Super Mario 64 inovou como o 1º jogo 3D do encanador, além de ser o pioneiro do uso eficiente desta tecnologia na época. Trazendo a icônica Box Art vista acima.

De fato, essa é uma das referências mais fofas de Free Guy: Assumindo o Controle até este ponto da lista. Pois basta olharmos para esse mini Ryan Reynolds alado, todo sorridente [muito cuticuti]. Aqui não há muitos easter eggs, tendo apenas a substituição ambientes do jogo pela cidade do filme e a troca do número “64” por “21” (fazendo alusão tanto ao ano de 2021 e o séc. XXI).

Super Mario 64
(reprodução: Nintendo)

Grand Theft Auto: Vice City

Se há um padrão de capas de jogos conhecido de forma unânime pela comunidade gamer, este é o de GTA (Grand Theft Auto). Com um design de quadros compostos pelos personagens principais e alguns NPCs, o padrão começou a ser utilizado em 2003, com o 1º jogo 3D da franquia: GTA III.

Só que o modelo utilizado por Free Guy: Assumindo o Controle não é um qualquer, na realidade é o de Grand Theft Auto: Vice City (2002). Com o filme trazendo um subtítulo fictício “Free City” em uma fonte idêntica ao do game lançado inicialmente para Playstation 2.

Além do visual cartunesco adotado às imagens de cada personagem, também é interessante ressaltar a criatividade em trocar o selo de Classificação Indicativa pela data de lançamento do filme, 19 de agosto (2021).

Grand Theft Auto: Vice City
(reprodução: Rockstar Games)

Minecraft

Entre todos os cartazes comentados por aqui, este é um dos únicos que pode ser identificado de longe ou apenas por partes, pois estamos falando do maior fenômeno dos videogames da última década: Minecraft. Lançado 2011, o sandbox indie alcançou tamanho sucesso ao ponto de ser comprado pela Microsoft.

Hoje em dia, o jogo está disponível para quaisquer plataformas e dispositivos possíveis. Por isso, não é uma surpresa vermos uma versão de Guy emulando Steve, o “protagonista” de Minecraft. Junto do personagem, é mais uma vez perceptível a companhia de Dourado (Goldie), substituindo o lobo da capa original

Fora o cenário de fundo que passou de uma floresta para uma cidade, é interessante notarmos a troca de uma picareta por uma caneca de café – vista ao longo de muitos outros materiais promocionais de Free Guy: Assumindo o Controle. Só que, o humor está no fato do objeto ser minúsculo, enquanto o peixinho é desproporcionalmente grande.

Minecraft
(reprodução: Mojang)

Amoung Us

Apesar de ter sido lançado em 2018 para celular e PC, Amoung Us virou febre nas redes sociais durante o período inicial de quarentena, em 2020. Na época, tendo sido portado para os principais consoles para suprir a crescente demanda de milhares de novos jogares diariamente. E o jogo se mantém no topo até então.

Este é outro caso que dispensa apresentações, pois todos sabemos se tratar de um jogo indie de multiplayer, com mecânicas simples, mas viciantes. Principalmente ao jogar com amigos. Por isso, Free Guy: Assumindo o Controle não poderia deixar Amoung Us de fora desta sessão de homenagens.

Não há muito o que analisar, só que o cartaz traz os personagens Guy, Millie, Antoine, Buddy e Dourado, nas peles (ou trajes) dos personagens multicoloridos do game. O interessante a se ressaltar é que a pose de todos os integrantes da tripulação foram mantidas idênticas.

Animal Crossing: New Horizons

Por fim, assim como Amoung Us fez – e vem fazendo – durante a pandemia, Animal Crossing: New Horizons tem feito o mesmo. Sendo lançado exclusivamente para o Nintendo Switch 2020, este é o 5º título desta franquia de simulação social, onde os jogadores podem se encontrar para compartilhar e executar diversos tipos de tarefas casuais.

Apesar de ser o menos conhecido desta lista (por se tratar de um exclusivo de Switch), o jogo possui uma fanbase muito fiel por todo o mundo, a qual é muito forte nas redes sociais. Principalmente durante estes últimos tempos, onde todos os usuários têm encontrado o multiplayer como um refúgio seguro e divertido.

Em seu cartaz referencial, Free Guy: Assumindo o Controle traz uma versão completamente estilizada de seus personagens principais nos moldes fofíssimos de Animal Crossing. Emulando a capa base do jogo de forma bem fiel.

0

Carregando Artigo